Ticker

6/recent/ticker-posts

Banner

Coletiva de imprensa fez a abertura do Camarote Expresso 222 com mega novidade em Salvador

Juci Ribeiro

O ano, era 1972, o artista, ninguém mais ninguém menos, que Gilberto Gil, sua última música gravada em solo brasileiro até então era Aquele abraço”.

1972 era o ano de retorno de Gil ao Brasil após 2 anos de exílio em Londres.

Sem perda de tempo, o artista lançou seu quinto álbum intitulado: Expresso 2222.

Em 1998 Gil coordenava, no Carnaval da Bahia, um trio elétrico, o nome escolhido foi Expresso 2222. Gente! estamos falando de 26 anos. Isso já era um grande feito, mas, depois de cantar, agora era possível entrar no Expresso 2222, em sua versão trio elétrico.

E, pasmem! Nesse dia 16 de fevereiro, nós do site juciribeiro.com estivemos presentes nessa coletiva e testemunhamos o lançamento da mais nova versão do Expresso 2222. Sim! 50 anos depois de seu nascimento, o álbum ganhou um livro-objeto interpretado por jornalistas e intelectuais, faixa por faixa, trazendo uma releitura de toda a obra.                                   

Assinado por Ana Oliveira, o livro valoriza e imortaliza o álbum que parece ter vida.                                                                 Começando a coletiva, Gil falou da importância dos grandes movimentos que aconteciam no Brasil e no mundo, à época, destacou que o expresso 2222 fez parte daquele momento e  que atualmente  “tem a ver com tudo isso”.                      

O artista falou dos primeiros anos do camarote,  destacando a reunião da família e alguns amigos, lembrando da presença de 30 a 40 pessoas, parentes e amigos, fez um breve relato sobre evolução e sobre o que   o Expresso 2222 é hoje para o carnaval de Salvador.

Veja a entrevista na íntegra em nosso Instagram.

Hoje o espaço tradicional conta com uma megaestrutura composta por bar, espaço gastronômico, SPA, shows com vários artistas e é prestigiado por muita gente famosa.

Postar um comentário

0 Comentários