Venda de artigos esportivos cresce em meio a pandemia do Coronavírus - Mídia Notícias

Adsense

Últimas

Venda de artigos esportivos cresce em meio a pandemia do Coronavírus

Venda de artigos esportivos cresce em meio a pandemia do Coronavírus
Divulgação
Estar em casa deixou muita gente entediada, mas também surgiu como oportunidade para criar novos hábitos.

A prática de exercícios em academia teve que ser deixada de lado durante a pandemia do Covid-19, por isso a alternativa encontrada pelos atletas foi de fazer suas atividades em casa.

Para não perder o contato com seus alunos, muitos professores e personal trainers usaram a internet para lecionar, através de vídeos em série de treinamentos e lançamento de conteúdos nas redes sociais para divulgação dos seus trabalhos.

Com isso atletas e praticantes de esportes tiveram que improvisar com o que tinham em casa, no começo era isso, mas com o passar do tempo, vendo que a demora pela reabertura dos estabelecimentos não iria ser tão cedo, optaram por comprar seus próprios equipamentos.

Neste sentido, a busca por artigos esportivos teve uma grande procura nestes últimos tempos, principalmente as compras pela internet, já que muitas lojas físicas permaneciam fechadas.

Com o isolamento social, o e-commerce vem liderando as pesquisas de comércio que mais cresce, chegando a 47% de aumento da somente ao longo do mês de abril, conforme dados da ABCOMM.

Segundo a pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM) e da empresa antifraude no e-commerce Konduto, em comparação com o mês de março, hoje o comércio online ganha espaço com as vendas na área esportiva, de jogos e brinquedos, autopeças e entre outros ramos de negócio.

Os artigos esportivos tiveram um aumento na busca de mais de 211%, incluindo o e-commerce de tênis esportivos, de equipamentos de academia, como alteres, caneleiras, barras e demais itens que envolvem o ramo.

Essa busca é resultado das influências durante essa quarentena, sobretudo os influenciadores digitais, até mesmo aqueles que não são da área fitness.

Diante disso, muitas lojas de artigos esportivos apostaram no marketing digital para ajudar na divulgação da sua empresa e na venda dos seus produtos.

Com estoque parado e portas fechadas para o público, utilizar as redes sociais e o próprio site para vender mais, se tornou uma das melhores saídas para os donos de lojas.

Além disso, outra demanda que surgiu foi o delivery, reintegrando como forma de agradar o cliente, através do atendimento personalizado de entregas a domicílio.

Abertura das academias em período de quarentena

A abertura de academias foi liberada em alguns estados do país, porém, todas devem seguir algumas regras de combate a disseminação do Coronavírus.

Portanto, as academias de funcional, crossfit, danças, aulas de natação, hidroginásticas e aulas de luta podem reabrir, mas com capacidade máxima de 30% dos alunos em aula.

O uso de máscara e álcool em gel 70% é obrigatório, os bebedouros e vestiários devem ser desativados, além de manter o distanciamento pessoal de 1,5 m.

Os equipamentos devem ser usados individualizados, sempre higienizando as mãos antes e depois do uso.

As toalhas coletivas e celulares devem ser evitados durante a prática das atividades, bem como a limitação da permanência do aluno no máximo 60 minutos na academia.

Essas restrições irão depender de cada governador de estado, sancionando mais ou menos medidas para os estabelecimentos abertos ao público.

Vale lembrar que se você tiver algum sintoma de gripe ou resfriado, as atividades devem ser canceladas, assim como as pessoas do grupo de risco não devem frequentar esses locais.

No entanto, é muito importante a prática de exercícios para saúde mental das pessoas, pois ajuda na prevenção de doenças e agrega na qualidade de vida.

Sendo assim, não deixe de se exercitar, seja em casa ou nas academias, só não se esqueça de seguir todas as regras de proteção.


Nenhum comentário