Adsense


Últimas

2019 começa com surpresas e conquistas incríveis no mundo esportivo


A temporada esportiva mal começou mas já nos traz emoções. No Brasil, os campeonatos de futebol ainda estão nos estaduais e nas primeiras fases da Libertadores e na Europa é meio de temporada. No entanto, em outras competições e esportes, o início do calendário esportivo de 2019 já proporcionou algumas gratas surpresas e algumas conquistas incríveis.
Abaixo, separamos algumas das histórias mais impressionantes que aconteceram nas primeiras semanas do ano.
Primeira conquista na ATP com estilo para Juan Ignacio Londero
O tênis argentino tem uma larga tradição de bons jogadores e Londero parece ser o mais novo atleta de confiança do país vizinho. Aos 25 anos, o atleta conquistou seu primeiro título de ATP em fevereiro deste ano.
Londero foi campeão em casa após ter batido o compatriota Guido Pella na decisão do Cordoba Open. Para se tornar campeão, Londero dominou a competição do início ao fim e perdeu apenas um set.
O jogador iniciou o ano como ranking 117 no mundo e nunca tinha entrado no cobiçado top 100. Após o título em Córdoba, Londero subiu para 69 do ranking — de longe a sua melhor marca na carreira.
Com isso, Londero se tornou o quinto melhor argentino no ranking mundial, atrás apenas de Juan Martin del Potro, Diego Schwartzman, Pella e Leonardo Mayer, respectivamente.
Título histórico e surpreendente de Ramon Colillas nas Bahamas

No ramo do poker, a história mais impressionante fica por conta de Ramon Colillas. Em janeiro, o espanhol venceu um título nas Bahamas para ficar com mais de US$ 5 milhões. A conquista de um dos maiores torneios do ano colocou o competidor em um novo patamar.
Na ocasião, Colillas foi campeão em janeiro deste ano no PokerStars Players Championship (PSPC), torneio anexo ao PokerStars Caribbean (PCA). Toda ação foi realizada no Atlantis Resort, luxuoso estabelecimento que é uma referência nas Bahamas.
Antes do título, Colillas era um competidor sem muita expressão no cenário internacional. Ele havia conquistado o ranking do Campeonato da Espanha em 2018, no entanto, não era reconhecido no mundo do poker.
Vitória inconquistável de Djokovic no Australian Open
Número um do mundo incontestável, Djokovic segue ampliando seu legado impressionante e em janeiro deste ano venceu seu 15º grand slam com uma vitória maiúscula no Australian Open.
O título chegou com uma acachapante vitória por sets diretos na final e ao todo o sérvio perdeu apenas dois sets em todo torneio.
Foi o sétimo Australian Open na carreira de Djokovic, recordista isolado na competição. Além disso, a vitória no verão australiano significou o terceiro título de slam consecutivo do sérvio.
Retorno de Demian Maia às vitórias
Um lutador de legado impressionante nas artes maciais, Demian Maia tem quase 20 anos de carreira profissional e cartel impressionante de 26 vitórias em 35 derrotas.
Maia, porém, já tem 41 anos e começou o ano em fase ruim. O brasileiro, que já disputou o cinturão duas vezes na carreira, vinha de três derrotas seguidas até enfrentar Lyman Good em fevereiro deste ano.
Na luta realizada em Fortaleza, Maia foi impressionante e aplicou uma das de suas especialidades com a vitória por submissão contra o americano. Foi a primeira vitória em quase dois anos para o brasileiro e o fato da conquista ter acontecido em casa tornou tudo mais especial.
Maia já não é mais o lutador de outros tempos e a idade parece influenciar no seu resultado, mas o brasileiro provou nessa vitória que ainda segue competitivo e com capacidade de lutar em bom nível.
Título inédito da seleção equatoriana no futebol de base
Enquanto o Brasil foi uma decepção no sul-americano sub-20 de futebol masculino, o inverso pode ser dito para a seleção equatoriana.
Em fevereiro deste ano, o Equador se tornou o grande campeão sul-americano entre os jogadores até 20 anos. No hexagonal final, a seleção superou outras de muito mais tradição, como Uruguai, Argentina, Colômbia e Brasil.
Foi o primeiro título de Equador nessa competição, um marco importante para o país que é uma força emergente no futebol sul-americano. O campeonato teve sede no Chile e o equatoriano Leonardo Campana foi o artilheiro com seis gols marcados.
Fonte: ASCOM

Nenhum comentário