Cachorro ainda “espera” por quase dois anos dono que morreu em hospital de Santa Catarina



O cachorro Negão, que ficou conhecido há um ano por “esperar” pelo dono que morreu em novembro de 2015, no Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, continua no pátio da unidade. Segundo reportagem do G1 SC, que foi ao ar no sábado (29), o cão ainda corre para a porta do proto-socorro a cada vez que escuta uma ambulância se aproximar.

Em depoimento, uma funcionária do hospital, acredita que o cachorro vai envelhecer no pátio do hospital, já que ele aparenta estar cansado e com idade avançada. Em 2015, o animal chegou ao hospital seguindo a ambulância que estava com seu dono, um morador de rua, que morreu dias depois. Funcionários da Samu chegaram a gravar vídeo do animal na época, que aguardava o dono.
Atualmente ele vive nos fundos do hospital, e sua água é trocada todos os dias por funcionários da unidade. A sua ração é doada por uma ONG.

Fonte: Varela Notícias
Mídia Notícia. Tecnologia do Blogger.