Correr ouvindo música: estudo mostra que isso pode causar lesões


Para muitas pessoas, um dos melhores momentos do dia é aquela corrida ou caminhada ao ar livre com os fones de ouvido e uma música de preferência.
Isso também vale para quem usa a esteira na academia ou em casa: um vídeo no celular, ou a TV da sala de exercícios ligada naquele noticiário matutino e pronto – aí está uma forma de dar um tempo do mundo, dos ruídos indesejados e concentrar-se no que interessa: exercitar-se.
Porém, um novo estudo (ah, esses cientistas!) defende a ideia de que distrações visuais e auditivas podem aumentar o risco de lesões. De certa forma, faz sentido: quanto mais coisas estiverem na cabeça enquanto o treino rola, menos cuidadosas são as pessoas são sobre a forma, a biomecânica, os obstáculos ou a intensidade do exercício.
Mas a pesquisa em questão comparou corredores distraídos com os não distraídos em um laboratório e realmente quantificou os resultados. Para testar a hipótese, pesquisadores da Universidade da Flórida pediram para 14 corredores experientes correrem sobre uma esteira em três situações diferentes:
° Assistindo à uma tela com letras e cores diferentes
° Ouvindo palavras sendo ditas por vozes diferentes
° Sem imagens ou sons
Quando havia distração, eles deviam identificar e relacionar letras-cores e palavras-vozes. Os pesquisadores notaram que quando os corredores concentraram-se nas distrações, eles colocaram força extra em suas pernas em uma velocidade maior – na comparação com a corrida sem distrações.
Eles também respiraram mais profundamente e seus batimentos cardíacos aumentaram. Durante a audição, eles também experimentaram mais força do solo, o que quer dizer que eles aterrissaram os pés com mais força.
Embora a ligação fone de ouvido – lesão não tenha sido provada, os pesquisadores dizem que corredores que treinam ouvindo música ou em ambientes muito barulhentos estão mais vulneráveis a desenvolver problemas. Saiba também: como evitar lesões na corrida! Gosta de correr ouvindo música ou prefere focalizar o movimento do corpo e a velocidade das passadas? Deixe seu comentário abaixo!
Fonte: Malhar Bem
Mídia Notícia. Tecnologia do Blogger.